Google+ Followers

Translate

follow in instagram

Instagram

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Partidos têm até 07/10  para filiações  

A corrida nos bastidores é intensa para garantir as filiações de todos que pretendem se candidatar a cargo eletivo nas Eleições 2012. O prazo final para se filiar a um partido político é o próximo dia 7 de outubro. A determinação está no calendário eleitoral já aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e prevê ainda outras datas importantes. Já o dia 14 de outubro, de acordo com um documento expedido pela Corregedoria Geral da Justiça Eleitoral, é o último dia para a submissão das relações de filiados pelos partidos políticos via internet. A identificação de erros, como as duplicidades de filiação ficam para os dias 15 a 19 de outubro, com a publicação oficial das relações oficiais de filiados estando marcada para acontecer no dia 19 do mês.

reforma política, deputado federal Henrique Fontana

Punição de partidos – O relator da reforma política, deputado federal Henrique Fontana (PT-RS), apresentou na quinta-feira (29) uma série de mudanças em seu anteprojeto, cuja versão inicial foi divulgada em agosto. Após acolher diversas emendas enviadas pelos partidos, Fontana anunciou as mudanças para conseguir mais apoio à sua proposta, cujo principal eixo é o financiamento público exclusivo de campanha.

Entre as alterações está a redução do período de mandato dos senadores, de oito para quatro anos. Os senadores também terão a idade mínima para assumir o cargo, diminuída de 35 anos (como é atualmente) para 30 anos, como os governadores e vice-governadores.

O novo relatório prevê a realização de segundo turno para prefeito nos municípios que tenham mais de 100 mil eleitores – atualmente, essa possibilidade só ocorre em localidades com mais de 200 mil eleitores, segundo informa a reportagem de Rodrigo Bittar, do “Jornal da Câmara”.

Fontana reduziu de um ano para seis meses o prazo mínimo de primeira filiação partidária para que alguém possa se candidatar. A proposta mantém, no entanto, a possibilidade de o partido estabelecer em seu estatuto um prazo de filiação maior, como prevê a Lei 9.096/95.

Na nova versão do anteprojeto, Fontana ampliou a punição para os partidos que não cumprirem a determinação de aplicar uma parte do fundo partidário em programas de promoção e difusão da participação política das mulheres e dos negros. Segundo o relator, o partido que não respeitar essa norma será punido com a perda, no ano subsequente, de 10% da cota a que teria direito no fundo.

Atualmente, a lei determina que o partido que não cumprir a exigência em relação às mulheres deve acrescentar 2,5% do fundo partidário para essa destinação no próximo exercício. Fontana incluiu os negros entre os beneficiários dessas ações e alterou a punição prevista.

Em relação à raça, o texto determina ainda que o formulário de registro dos candidatos tenha o campo reservado, de preenchimento obrigatório, relativo à identificação de raça ou cor.
Tamanho das bancadas – Outra mudança prevista no relatório é o aumento da parcela de distribuição igualitária dos recursos do fundo partidário. O texto cria uma nova faixa de distribuição entre os partidos com mais de dez deputados federais.

Com a medida, 5% do fundo serão distribuídos igualitariamente a todos os partidos com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE); 10% vão ser distribuídos entre todos os que elegerem pelo menos um deputado federal; e outros 10% entre os que elegerem pelo menos 10 deputados federais. O relatório inicial de Fontana previa 5% para todos os partidos, e 15% para os que elegessem pelo menos um deputado federal.

A expectativa do relator é que os temas que podem ser aprovados na forma de projeto de lei sejam votados na comissão especial na próxima quarta-feira. Os assuntos que precisam tramitar na forma de PECs só iniciariam a tramitação posteriormente. “Minha ideia é apresentar uma PEC substitutiva global para ser votada logo depois dos projetos”, declarou Fontana.

Fonte: Ucho.Info

Download Adobe Photoshop CS5 + Crack + Serial + Keygen + Tradução Informações do Software

Baixar Adobe Photoshop CS5 v12 em Português pt-Br
O Photoshop CS5, software padrão da indústria quando se fala em tratamento e manipulação de imagens, aparece com inovações de interface e ferramentas quase inimagináveis.
Conhecido principalmente graças à criação de imagens publicitárias e de moda, o Photoshop é útil para diversas áreas, como a fotografia. Claro que é possível consertar muita coisa através do aplicativo, porém em termos de imagem fotográfica, o ideal é ter o máximo de qualidade já na captura e utilizar o programa apenas para acertar detalhes.
Porém, as novas ferramentas desenvolvidas pela Adobe para esta versão trazem facilidades até então impossíveis sem muitas horas de trabalho de um tratador experiente, colocando ao alcance dos simples mortais os efeitos vistos em revistas e anúncios de publicidade.
Por meses, muito tem se falado sobre os novos recursos do aplicativo como o Content-aware fill (que permite eliminar objetos e pessoas da imagem) e o Refine Edge (que ajusta as margens da imagem). Agora a versão de testes do Photoshop está disponível e você pode tirar a prova se esses recursos fazem jus à badalação.
O Adobe Photoshop CS5 é a última palavra em tecnologia de edição e manipulação digital de imagens. Já consolidado como o padrão da indústria (tendo, inclusive, popularizado o termo “photoshopado” para se referir a imagens retocadas), esse programa é responsável por embelezar (ou “enfeiar”, dependendo do caso) pessoas e produtos em revistas e sites pelo mundo todo. Suas poderosas ferramentas de seleção, camadas, filtros e manipulação de cores permitem que praticamente qualquer coisa possa ser feita em termos de criação gráfica.
Obs.: O Software foi testado por nossa equipe e funciona perfeitamente.
Screen 1
Screen 2
Download Adobe Photoshop CS5 + Crack + Serial + Keygen + Tradução
Informações do Software
Compatibilidade: Windows XP, Vista, Seven
Fabricante: Adobe
Categoria: Photoshop
Idioma: Multilinguagem – Inclusive Português pt-Br
Informações do Arquivo
Tamanho: 1,84 Gb
Tipo: EXE
Compactado: Sim – RAR
Crack: Sim

Download
megaupload 

Participe #euvotodistrital abaixo assinado.

Olá,

Participo de um movimento chamado #EuVotoDistrital.

Uma mobilização de pessoas pela reforma política no Brasil.

Dentre todas as estratégias do Movimento, a principal é somar MUITAS assinaturas. Temos que ser um movimento de milhões.

Quero pedir a sua ajuda. Você pode nos ajudar a alcançar essa grande meta?

Primeiro passo é você assinar essa petição. Segundo passo é compartilhar com seus contatos.

www.euvotodistrital.org.br/assine

Fazer uma política diferente está em NOSSA capacidade de mobilizar cidadão por cidadão.

Acredite.

Em menos de um dia conseguimos mais de 1000 assinaturas.

Um abraço de engajamento

#euvotodistrital

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

CBF decide na sexta-feira, o possível destino de mais uma vaga na Libertadores 2012. Coritiba pode ficar com ela

O Coritiba pode ser beneficiado com uma vaga na Libertadores 2012. A boa campanha realizada pelo Vasco da Gama, pode fazer com que a equipe cruzmaltina tenha direito à três vagas na competição no ano de 2012.

A equipe já tem garantida a vaga pela conquista da Copa do Brasil 2011. Atualmente, é líder do Campeonato Brasileiro 2011. O título da competição, ou uma classificação final dentro dos 4 primeiros colocados, também garante a participação na Libertadores. Para tornar ainda mais complicada a situação, a equipe carioca disputa a Copa Sul-Americana neste ano. Caso conquiste o título também desta competição, teria garantido três vagas para uma mesma disputa, mas neste caso, acaba por retirar a quarta vaga destinada à classificação no Brasileirão 2011.

Sem saber como proceder neste caso, a CBF realizou uma consulta à Commebol. A dúvida da CBF, é com relação principalmente, à possível conquista da Sul-Americana. Em caso de conquista vascaína, se a vaga fica para o Brasil ou se é da Conmebol. Se a vaga for declarada da Conmebol, o vice campeão da Sul-Americana, herda a vaga na Libertadores. Caso a vaga seja considerada brasileira, o Coritiba, como vice-campeão ganharia o direito à vaga por indicação da própria CBF. Acredita-se que a força política de Ricardo Teixeira, presidente da CBF, junto à Conmebol e à Fifa, possa fazer com que a vaga fique com o Brasil.

"Vamos dar uma posição na sexta-feira. O assunto está sendo estudado" declarou o diretor de competições da CBF, Virgílio Elísio ao jornal Zero Hora.

No Campeonato Brasileiro, Se o Vasco terminar a competição entre os quatro primeiros colocados, abre-se mais uma vaga para o quinto colocado. Caso o Santos, que é a outra equipe brasileira com vaga assegurada na Libertadores 2012, termine a competição nacional também dentro do G4, abre-se mais uma vaga para o sexto colocado no Brwasileirão 2011.

Fonte:
Coxanautas.com

Tucano Gustavo Fruet voa para o PDT.

O EDITOR

O ex-deputado paranaense Gustavo Fruet, que deixou o PSDB em julho, anunciou nesta quarta-feira (28) a filiação ao PDT. Fruet pretende disputar a Prefeitura de Curitiba em 2012, e saiu do PSDB devido à falta de apoio para disputar o cargo pelo partido. "Não guardo nenhuma mágoa do PSDB. Estou pensando no futuro", disse o político. Fruet, que foi deputado federal por três mandatos, era um dos líderes da oposição ao governo Lula no Congresso e ganhou projeção nacional depois de ter sido um dos relatores da CPI dos Correios, em 2005, que investigou o mensalão. 

Agora, ele vai integrar um partido que compõe a base aliada do governo de Dilma Rousseff (PT). Sobre a mudança, Fruet se justificou: "Não se faz política sem enfrentar também essas contradições, sem ter a capacidade de construir uma aliança com lideranças de diferentes partidos a favor de um projeto maior, sob pena de não avançarmos. Nesse momento, ou eu faço uma opção ou deixo a vida pública". A respeito do governo Dilma, afirmou que continuará "com a mesma postura crítica", mas que agora está focado na questão local e na disputa da Prefeitura de Curitiba. "Não sou mais deputado federal. Não adianta haver uma expectativa de que eu vá ter os mesmos pronunciamentos que eu tinha na Câmara", disse.(Da Folha Poder)
Tweet

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Coritiba leva vantagem no confronto com Figueirense, em Brasileiros

Coritiba leva vantagem no confronto com Figueirense, em Brasileiros
Do UOL Esporte
Em Curitiba




Coritiba e Figueirense, que disputaram a Série B em 2010, voltam a se enfrentar neste domingo

O Coritiba leva boa vantagem sobre o Figueirense, em confrontos pelo Brasileiro. No próximo domingo, os times se enfrentam pela 15ª vez na história do campeonato, desde 1973. Nas 14 partidas anteriores, o Coxa venceu 8 vezes, houve 3 empates e apenas 3 vitórias dos catarinenses.

O time coxa-branca leva vantagem também nos confrontos disputados no Orlando Scarpelli. Em seis jogos, venceu 2, empatou 3 e perdeu apenas um.

No total, incluindo outras competições, esta será a 23ª vez que os times se enfrentam. Ao todo, foram 12 vitórias alviverdes, seis empates e quatro derrotas.

As duas equipes retornaram à Série A neste ano. A última partida foi disputada foi no primeiro semestre de 2011, quando o Coritiba venceu por 3 a 0, no Couto Pereira.

O jogo deste domingo será um confronto direto por posições. Os times têm a mesma pontuação, 36, e estão separados por uma posição. O Coritiba é 9º e o Figueirense o 10º. 

 

 

Anderson Silva participa de gravação da novela Fina Estampa

Anderson Silva participa de gravação da novela Fina Estampa, da TV Globo
Lutador aparecerá nos próximos capítulos da trama, assistindo à luta entre os personagens Wallace Mu e Jorge Muralha
Por SporTV.com
Rio de Janeiro




Anderson Silva posa com o ator Dudu Azevedo, que interpreta o lutador Wallace Mu (Foto: Divulgação)
Detentor do cinturão dos pesos médios do UFC, Anderson Silva participou, nesta terça-feira, da gravação da novela Fina Estampa, da TV Globo, em uma arena na Barra da Tijuca. O lutador aparecerá nos próximos capítulos na plateia de uma disputada luta que vai movimentar a ficção: o combate entre os personagens Wallace Mu (Dudu Azevedo) e Jorge Muralha.
Fã de novelas, o lutador que assiste aos capítulos da trama sempre que pode. Ao comentar sobre sua participação na gravação, ele se mostrou satisfeito com a abordagem do MMA na ficção, o que só tende a melhorar a imagem do esporte.
- As pessoas estão começando a nos enxergar de uma outra maneira - comentou Anderson.






Link 

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

"Bola de fogo" cai do céu na Argentina, mata 1 e deixa 8 feridos

Uma mulher peruana morreu e outras oito pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira nos arredores de Buenos Aires devido a uma misteriosa explosão causada, segundo o relato de testemunhas, por "uma bola de fogo que caiu do céu".

Em um primeiro momento, a polícia havia informado que a vítima era paraguaia, mas as autoridades esclareceram depois que se trata de uma peruana de 43 anos, identificada como Silvia Espinoza, que tinha viajado à Argentina para visitar seus parentes.

A explosão, que ocorreu nesta madrugada na cidade de Esteban Echeverría e até agora não teve sua origem determinada, deixou duas casas e três veículos destruídos, indicaram porta-vozes da polícia.

"A cama onde eu dormia se levantou do apartamento, as madeiras do teto se dobraram e todos os vidros da minha casa explodiram. Quando saí na rua, caía um fogo de cima que incendiou um poste a 20 metros", afirmou um morador da área à imprensa local.

Uma outra testemunha afirmou que saiu de sua casa por conta da explosão e viu "que havia fogo que vinha do alto, algo do céu".

"As perícias mal começaram e o resto são especulações. Não queremos nos aventurar a levantar nenhuma hipótese", declarou o prefeito de Esteban Echeverría, Fernando Gray.

Dois dos feridos já receberam alta, enquanto os demais permanecem internados em um hospital próximo.

Os veículos de comunicação locais especulam a possibilidade de a causa da explosão ter sido o impacto de um meteorito ou "sucata espacial", e destacaram a queda do Satélite de Pesquisa da Alta Atmosfera (UARS, na sigla em inglês) na Terra no fim de semana, cujos destroços seguem com paradeiro desconhecido.

"Poderia ser um pequeno meteorito que provocou esta tragédia, ou um pedaço de sucata espacial", declarou Mariano Ribas, coordenador de astronomia do Planetário de Buenos Aires.

"Todos os dias caem sobre nosso planeta pequenas rochas espaciais que podem provocar um grande dano", acrescentou ao canal local de notícias "C5N".

As autoridades declararam que em poucas horas a origem da explosão será esclarecida.

Fonte:
http://noticias.uol.com.br

Brasil convoca seleção 'caseira' para o Pan com meia Dejair do Coritiba

O técnico Ney Franco convocou nesta segunda-feira a seleção brasileira que vai disputar o Pan de Guadalajara, a partir do dia 19 de outubro, somente com jogadores sub-20 que atuam no Brasil --o futebol no Pan é sub-22.

Entre os 18 jogadores --com cinco remanescentes do grupo campeão mundial Sub-20-- o destaque é o atacante Henrique, do São Paulo, eleito o melhor da competição
O clube paulista, aliás, é o que tem mais convocados: três, todos profissionais. Dos atletas são-paulinos que estiveram no Mundial, o atacante William José e o volante Casemiro (titular no clube) foram cortados.

O volante Misael, do Grêmio, é o único dos jogadores convocados que disputou o Mundial Sub-17, do México, em junho.

PROGRAMAÇÃO

Em 4 de outubro, a delegação brasileira se apresenta na Granja Comary para iniciar o período de treinamentos. A viagem para o México será no dia 12.

A comissão técnica é a mesma que participou das conquistas do Mundial Sub-20 da Colômbia e do Sul-Americano, do Peru, este ano.

A seleção de futebol ficará concentrada na Vila Pan-Americana junto ao outros atletas da delegação brasileira em Guadalajara.

O Brasil estreia no dia 19 contra a Argentina. Costa Rica e Cuba também estão no Grupo B da competição e enfrentam a Seleção nos dias 21 e 23, respectivamente. Os dois primeiros colocados se classificam para a fase semifinal. Os vencedores fazem a final dia 28 no Estádio Omnilife, que pertence ao Chivas Guadalajara.

VEJA A CONVOCAÇÃO

Goleiros:

Cesar - Flamengo

Douglas Pires - Cruzeiro

Zagueiros:

Bruno Uvini - São Paulo

Frauches - Flamengo

Romario - Internacional

Laterais:

Henrique Miranda (lateral esquerdo) - São Paulo

Madson (lateral direito) - Bahia

Meias:

Cidinho - Botafogo

Djair - Coritiba

Felipe Anderson - Santos

Lucas Patinho - Fluminense

Lucas Zen - Botafogo

Misael - Grêmio

Atacantes:

Felipe Amorim - Goiás

Henrique - São Paulo

Leandro - Grêmio

Rafael - Bahia

Sebá - Cruzeiro

Fonte:
Folha.com - Esporte

Para trás é que se anda - Mary Zaidan

Para trás é que se anda -
Mary Zaidan


Encontros com presidentes das grandes potências e um discurso na Assembleia Geral da ONU que, se não foi marcante ou inovador, teve mais elogios que críticas.

Se os dias de Nova York foram dourados para Dilma, o mesmo não se pode dizer para o país que ela governa. Por aqui, andou-se a passos largos rumo ao atraso, muito mais perto do quinto que do primeiro mundo.
A presidente que condenou veemente o protecionismo comercial na tribuna das Nações Unidas, nem parecia a mesma que dias antes impusera o aumento do IPI para carros importados. Além de inconstitucional – alterações de IPI só podem entrar em vigor após 90 dias -, a medida expôs a instabilidade jurídica do país, sem motivo, argumento ou lógica. Prejudica o consumidor, afugenta novos investimentos e empregos.
Diante do protecionismo descarado do qual o país pensava ter-se livrado, os chineses da JAC avisaram: não pretendem mais construir a prometida fábrica no Brasil.
Na área social, outra bomba: o governo ampliou a bolsa-família das grávidas para até o quinto filho, com o pagamento mensal de R$ 32.
O benefício divide opiniões. Há os que dizem que o valor irrisório não é suficiente para estimular a natalidade. Pode até ser. Mas a questão vai muito além do valor. É um sinal deseducador, anos-luz de distância do conceito de planejamento familiar, arma poderosa contra a perpetuação da miséria. E, como se sabe, governo se faz por símbolos e sinais.
O Judiciário não fez por menos. Com decisão nunca antes tão célere neste país, anulou todas as provas que a Polícia Federal colheu desde 2006, autorizada em primeira instância, sobre as movimentações nada lícitas de Fernando Sarney, irmão de Roseana, filho de José.
A decisão do Superior Tribunal de Justiça transformou o Brasil em um imenso Maranhão, o estado mais atrasado, com IDH comparável ao de Biafra.
No Legislativo, a Câmara dos Deputados quase salvou a semana ao impedir o renascimento da CPMF. Mas curvou-se ao sindicalismo barato ao aprovar a extensão do aviso prévio para até 90 dias, quando o mundo inteiro tenta desonerar os encargos dos empregadores para garantir ampliação do mercado de trabalho.
E mais: com a presença de apenas um deputado além do presidente, a CCJ aprovou, em três minutos, 118 projetos. Demonstração inequívoca do apreço que os parlamentares têm pela tarefa legislativa para a qual foram eleitos. Algo só admissível em plagas subdesenvolvidas.
Com exemplos como esses, próximos de práticas do século 19, difícil reivindicar o papel que o Brasil almeja. Difícil ir além do discurso para chefes de Estados verem. Dificílimo andar pra frente.

Mary Zaidan é jornalista, trabalhou nos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo, em Brasília. Foi assessora de imprensa do governador Mario Covas em duas campanhas e ao longo de todo o seu período no Palácio dos Bandeirantes. Há cinco anos coordena o atendimento da área pública da agência 'Lu Fernandes Comunicação e Imprensa, @maryzaidan
no Blog do Noblat

Chances dos Paranaenses no Brasileirão Séries A e B

Faltando doze rodadas para o Final do Campeonato Brasileiro da Séries A e treze para a Série B entram em campo os matemáticos. Os clubes paranaenses vivem momentos distintos, enquanto o Coxa luta para se aproximar do grupo que irá conquistar uma vaga na Libertadores o Furacão convive com a zona de rebaixamento. Na segunda divisão após um sequencia sem vitórias o Paraná voltou a vencer e sonhar com o acesso.

Com 24 pontos em 26 jogos o Atlético tem o aproveitamento de 30,7%, o rubro-negro saiu apenas uma vez da zona de rebaixamento. Mesmo se vencer o Inter na Arena no domingo o time paranaense continua entre os últimos isto porque o Cruzeiro, primeiro time acima da zona de rebaixamento tem 29 pontos. Segundo o site especializado em estatísticas Chance de Gol, o Furacão tem 81,8% de chances de ser rebaixado.

O Coritiba é o melhor paranaense no momento, tem 36 pontos e aproveitamento de 46,1%. O Coxa tem o melhor ataque dos clubes da Série A com 44 gols e média de 1,7 gol por jogo. Com esses números o time do Alto da Glória tem 26,8% de conquistar uma vaga na Libertadores. Já para a Sul-Americana as chances são de 72,6% e ainda tem chances mínimas (menos de 1%) de cair para Série B.

O Paraná Clube conquistou a primeira vitória com o técnico Guilherme Macuglia e ainda tem chances de acesso. Com 35 pontos em 25º rodadas o Tricolor é o nono e está a 8 pontos da zona de classificação. Segundo o Chance de Gol o Paraná tem 4,4% de chances de conseguir uma vaga na Série A. Ainda há chance do Tricolor ser rebaixado porém é pouca, 1,3%.

Fonte:
Os percentuais foram obtidos junto ao site Chance de Gol, especializado em estatísticas e parceiros do Futebolparanaense.net.

domingo, 25 de setembro de 2011

Ceará derrota o Coritiba em casa por 3 a 2 e se distancia do Z-4

Ceará derrota o Coritiba em casa por 3 a 2 e se distancia do Z-4
Em jogo de qualidade, Coxa chega a empatar duas vezes, mas o Vozão consegue triunfar pela primeira vez com o técnico Estevam Soares

Por Gabriel Hamilko
Curitiba



O Ceará deu um basta na maré de azar e bateu o Coritiba por 3 a 2, neste domingo, pela 26ª rodada do Brasileirão. A vitória foi suada. O vozão ficava na frente do placar,  mas o Coxa insistia em empatar e ameaçar o Alvinegro em pleno estádio Presidente Vargas. A partida, com muitos gols, foi movimentada e com várias chances para os dois lados.
Foi a primeira vitória do Vozão sob o comando do técnico Estevam Soares. Os gols cearenses foram marcados duas vezes pelo atacante Roger e o zagueiro Edmilson. Pelo Coxa, Bill marcou duas vezes.
Mesmo sem a vitória, o Coritiba permanece na briga do G-5, mas a distância ficou em cinco pontos. Continua na nona colocação, com 36 pontos. Já o Vozão respira e se distancia do grupo do rebaixamento. Subiu para a 14ª posição, com 30 pontos.
O próximo compromisso do Alvinegro será no domingo, às 16h (de Brasília), quando vai até Belo Horizonte enfrentar o Atlético-MG. No mesmo horário, o Coxa duelará com o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli.
Três belos gols
Foi um primeiro tempo muito bom de se assistir. Com futebol de qualidade, as duas equipes marcaram belos gols e fizeram bonitas jogadas. A disputa ficou lá e cá, com boa armação no meio de campo e saídas rápidas pelas laterais em ambas as equipes.
Os dez minutos iniciais foram de predomínio do Ceará. O Coritiba demorou para tirar o pijama, e o Vozão não perdeu tempo. Jogando em casa, apertava o Alviverde Paranaense, mas era pouco objetivo quando chegava à meta adversária.
Nada que um lance de genialidade não resolvesse. Aos oito minutos, o meia Leandro Chaves dominou a bola e, com carinho, lançou para o atacante Roger fazer uma daquelas jogadas inesquecíveis. De bicicleta, acertou a bola em cheio. O tiro, cruzado, chorou nas duas traves antes de balançar a rede alviverde.
Mesmo sofrendo um golaço desses, o Coritiba não desanimou. A partir daí, a estrela do goleiro Fernando Henrique começou a brilhar. Primeiro, após o chute do jovem zagueiro Luccas Claro, defendido à queima-roupa. Precisando do resultado, o Coxa melhorou e começou a empreender maior ritmo no meio de campo.
saiba mais
Veja como foi o Tempo Real da partida
Confira como está a classificação
Na base do toque de bola, começou a jogada do empate. Lá de trás, o zagueiro Emerson a iniciou. Passou pelo lateral Lucas Mendes, que tocou para o meia Tcheco. Depois, a bola foi para Anderson Aquino, que serviu para Bill tirar de Fernando Henrique e empatar aos 19 minutos.
Com o placar igual, o Ceará desanimou, e o Coxa exagerava nos passes errados. Quando acertava, criava boas jogadas, que no entanto paravam no arqueiro Fernando Henrique, o nome da etapa inicial.
Mas futebol é imprevisível. Quando o time paranaense estava melhor, o Vozão ganhou uma falta frontal. Edmilson cobrou com perfeição. Tirou da barreira e meteu no ângulo direito do goleiro Vanderlei, que nem pulou. Alvinegros em festa, novamente, aos 40 minutos.
Segue no ritmo acelerado
Na volta do intervalo, o Coritiba começou mais atento. Pressionando, não demorou muito para igualar o resultado de novo. Anderson Aquino foi parado bem na entrada da grande área. O volante Léo Gago soltou a bomba, Fernando Henrique defendeu, mas, no rebote, o oportunista Bill marcou o segundo gol dele na partida, aos 3 minutos.

Com dois gols, Roger abre e fecha o placar na vitória do Vozão por 3 a 2  (Foto: Agência Estado)
O empate não agradava a nenhum dos dois times. Por isso, a partida ficou bem movimentada, com chances para os dois lados. A velocidade era grande. Por isso, o time cearense se cansou mais cedo. Na lógica, a partir daí, prevaleceria o time que tivesse mais preparo físico.
Pensando nisso, o técnico coxa-branca fez duas substituições. Colocou o volante Willian e sacou o veterano Tcheco. Novo fôlego e maior resguardo na meia-cancha. Na segunda alteração, saiu Aquino e entrou o atacante Leonardo.
No Ceará, Estevam Soares também movimentou o banco de reservas. O Alvinegro queria o contrário do Coxa. Se lançar mais para a frente. Para isso, tirou o volante Rudnei e colocou o centroavante Nicácio.
Deu certo. A jogada do terceiro gol cearense começou com boa enfiada de Osvaldo para Vicente, que na esquerda tocou limpa para Roger balançar as redes, aos 23 minutos..
O resultado não interessava ao Coxa, que não conseguia se encontrar, possibilitando rápidos contra-ataques da equipe cearense, comandados por Osvaldo. Marcelo Oliveira teve que arrumar o time. Chamou o meia Geraldo e tirou o volante Leandro Donizete.
Mesmo assim, o Vozão dominou a partida e segurou o meio-campo alviverde. Dominou a posse de bola, aguardando o fim da partida. Para segurar mais o meio, Soares colocou o lateral-esquerdo Egídio no lugar do meia Leandro Chaves e mais um lateral-direito - Boiadeiro - na vaga de Eusébio.
O suficiente para levar os dez minutos sem grandes sustos e garantir uma importante vitória, que colocou o Ceará novamente na disputa intermediária, para alegria da torcida alvinegra.

Celular brasileiro continua o mais caro do mundo


Miriam Aquino

Jornalista há mais de 25 anos, é diretora da Momento Editorial e responsável pela sucursal de Brasília. Especializou-se nas áreas de telecomunicações e de Tecnologia da Informação, e tem ampla experiência no acompanhamento de políticas públicas e dos assuntos regulatórios.

Celular brasileiro continua o mais caro do mundo

E preço da banda larga cai.

O Brasil é mesmo um país contraditório, também no mercado de telecomunicações. Ao mesmo tempo em que pode comemorar a  queda no preço da banda larga fixa, continua a ostentar o vergonhoso primeiro lugar no que se refere ao preço das ligações do celular. Esta constatação pode ser recolhida no amplo estudo realizado a cada dois anos pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), intitulado “Measuring Information Society”, que acompanha o desempenho, avanços e derrotas de 165 países na construção da sociedade da informação.
Pois está lá no estudo. O preço da cesta de celular (que inclui 30 chamadas saintes e 100 SMS) do Brasil era, em 2010,  US$ 57,1, ou US$ 64,6 se considerado o PPP (paridade com poder de compra). Em valores absolutos, o brasileiro paga para falar no celular e mandar 100 torpedos por mês tão caro quanto os ricos  Suiços (que pagam pela mesma cesta US$ 57) ou japoneses (US$ 55,9). Mas para esses mesmos suíços e japoneses esses valores caem para US$ 38,7 e US$ 42,7 se considerado o poder de compra. No Brasil, aumenta.
No index geral da instituição, embora o Brasil tenha a tarifa de telefonia móvel mais alta do mundo, não fica na última posição, mas na 125ª colocação, pois o preço é comparado com a renda per capta, o que faz com que o brasileiro comprometa 8,5% de sua renda com a telefonia celular. Se for somada a cesta de telefone celular, telefone fixo e banda larga, o comprometimento da renda do brasileiro cai para 4,8% da renda, porque outros serviços estão mais baratos.
E aí entra o bom desempenho da banda larga fixa no Brasil. É bem verdade que no mundo o preço da banda larga caiu 52,2% entre 2008 e 2010, conforme o estudo, mas  no Brasil ela teve uma queda relativa maior, de 64%. A cesta medida em todos os países é  formada pelo preço de uma assinatura para o pacote baseado no download de 1 Gbps e ela só apura o valor da banda larga fixa. O preço da banda larga móvel, por variar muito, a UIT prefere não mensurar (por enquanto).
A banda larga fixa custava para o brasileiro, em 2010, US$ 16,9, ou US$ 19,1 pelo PPP. Isso significa um comprometimento de 2,5% da renda para acessar a internet a velocidade mais rápida. O dramático é que em muitos países subdesenvolvidos a banda larga chega a comprometer 2,5 mil por cento a renda per capta, como em Guiné ( 2.594%).

Como explicar a contradição brasileira?

Mas, como explicar que o celular – que está em um mercado competitivo, com cinco grupos distintos disputando palmo a palmo os clientes em todo o país – cobre  um preço tão alto? E a banda larga, serviço cuja competição só se instalou em pouco mais de 200 cidades, tenha apresentado quedas significativas nos seus preços?
Alguns poderão argumentar que, na banda larga, o ICMS (que é efetivamente muito alto) foi retirado. O que é uma verdade parcial, visto que no ano de 2010, base do estudo, somente o estado de São Paulo tinha aderido à redução do imposto e o número de acessos banda larga vendidos sem este imposto estadual era ainda bem pequeno, não sendo capaz de afetar de maneira tão significativa  a queda no preço do serviço.
Acho que os especialistas têm que encontrar as explicações. Mas ouso arriscar algumas opiniões. Na banda larga, o governo resolveu agir como indutor e regulador. Criou a Telebras, lançou o PNBL. O mercado reagiu. E o preço caiu.
E no celular? No celular, este preço tão fora da curva tem embutida a VU-M (tarifa de interconexão), tarifa monopolista para remunerar as redes. Mesmo mudando todo dia de operadora, o cliente não pode escapar dela, nem pagar valor diferente. E onde está a proposta da Anatel, que previa uma redução gradual e tímida desta tarifa? Mais um ano vai acabar e a tentativa de redução desta tarifa mais uma vez sumiu nos escaninhos da agência. E assim continuamos pagando o celular mais caro do mundo. Preço suiço. E a qualidade?  

Média de velocidade da internet no Brasil é menor que do Haiti, diz estudo


País ficou em 163º lugar no ranking da Pando e registrou segundo conexão mais lenta entre cidades
A velocidade média de conexões à internet no Brasil é de 105 Kbps, menor não só que países desenvolvidos como EUA e Coreia do Sul como também do Haiti, um dos países mais pobres do mundo, onde a velocidade média é de 128 Kbps. A pesquisa da Pando Networks, divulgada nesta quinta-feira (22), se baseou em 27 milhões de downloads feitos a partir de 20 milhões de computadores no mundo. 

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a cidade de Itapema (SC), registrou a segunda conexão média mais lenta do mundo, de 61 Kbps. A capital da Argélia, Algiers, ficou com o título de cidade com conexão mais lenta no mundo, com uma média de 56 Kbps.

A média mundial de velocidade de conexão à internet, de acordo com o estudo, é de 508 Kbps, e o ranking mundial é liderado pela Coreia do Sul, com uma conexão média de 2,2 Mbps. A surpresa ficou nas segunda a quinta posições, dominadas pelo leste europeu: Romênia, com 1,9 Mbps, Bulgária, com 1,6 MBps, Lituânia, 1,5 Mbps, e Letônia, 1,4 MBps. (Da redação)
fonte:

sábado, 24 de setembro de 2011

Vasco pode ter três vagas da Libertadores 2012 e confunde a CBF; Coritiba deve ser beneficiado


A boa campanha do Vasco deixou a CBF confusa nesta reta final de Brasileirão. 
A entidade que regula o futebol brasileiro fez uma consulta à Commebol (Confederação Sul-Americana de Futebol)
 para saber como tratar o inusitado problema,
 caso o time de São Januário consiga três vagas para a Libertadores de 2012.
A CBF quer saber se, caso os vascaínos conquistem a Sul-Americana,
 a vaga fica para o Brasil ou se é da Conmebol. Neste último caso, o vice-campeão ganharia o direito à vaga.
 Caso a resposta seja de que a vaga é nossa,
 o UOL Esporte apurou que a entidade tende a indicar o Coritiba,
 vice-campeão da Copa do Brasil. A resposta a estas dúvidas deverá sair até o final da semana que vem. 
Devido à força política de Ricardo Teixeira junto à Conmebol e à Fifa, 
a maior possibilidade é que a vaga seja brasileira.

Por ter faturado o título da Copa do Brasil deste ano o clube já tem seu lugar garantido. 
Atualmente lidera o Brasileirão e, se ficar entre os quatro primeiros colocados, terá outra vaga. 
A possibilidade do Vasco conquistar também a Copa Sul-Americana é o que mais está confundindo a CBF,
 já que o campeão desta competição também tem direito a uma vaga na Libertadores e, segundo regulamento,
 "rouba" o lugar do quarto colocado do Brasileirão. 
No caso do Campeonato Brasileiro, o regulamento já prevê que se o Vasco, 
por exemplo, terminar no G-4, o time quinto colocado ficará com a vaga. 
Caso este seja o Santos, atual campeão da Libertadores, entrará o sexto colocado.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Ceará recebe o Coritiba para tentar vencer a primeira no segundo turno

Com Osvaldo de volta ao time titular, sem Heleno, suspenso e com Michel como dúvida (está com dores musculares) o Ceará recebe o Coritiba neste domingo, às 18 horas, no PV, tentando a primeira vitória no segundo turno do Campeonato Brasileiro. Até agora foram quatro derrotas (Vasco, Botafogo, São Paulo e Palmeiras) e dois empates, diante de Internacional e Atlético-GO. A equipe tem 27 pontos (21 conquistados como mandante), distante apenas dois da zona de rebaixamento. 
Apresentados nesta sexta-feira, os reforços Juca (meio-campista) e Daniel Marques (zagueiro) disseram estar à disposição de Estevam Soares, caso o treinador deseje aproveitá-los no confronto. O time não está definido: Fernando Henrique, Boiadeiro, Fabrício, Thiago Matias e Vicente (Egídio): João Marcos, Michel (Eusébio), Rudnei e Thiago Humberto; Osvaldo e Washington (Roger ou Nicácio).
Com 36 pontos ganhos na Série A, o Coritiba é um bom mandante, mas vai mal quando deixa seus domínios. Até agora são 36 pontos disputados e nove ganhos, com duas vitórias, três empates e sete derrotas. Rafinha e Everton Santos são os desfalques do técnico Marcelo Oliveira, que deve colocar em campo a seguinte formação: Vanderlei, Jonas, Luccas, Emerson e Eltinho; Leandro Donizete, Léo Gago, Tcheco e Willian; Marcos Aurélio e Bill. Caso queira um time mais ofensivo, Anderson Aquino pode aparecer no lugar de Willian.

Por: Fernando Graziani

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Controversa execução nos EUA desperta consternação internacional

DEUTCH WELLE – MUNDO | 22.09.2011
Controversa execução nos EUA desperta consternação internacional

Troy Davis, acusado de matar um policial em 1989
Após 20 anos no corredor da morte, um acusado negro de matar um policial branco na Geórgia foi executado, apesar dos apelos do exterior. Caso é um dos mais polêmicos da história da pena de morte nos Estados Unidos.

Às 23h08 (horário local) desta quarta-feira (21/09), Troy Davis foi declarado morto. Depois de uma incomum longa deliberação, que provocou o atraso da execução em mais de quatro horas, a Suprema Corte dos Estados Unidos emitiu um comunicado em que rejeitou o pedido de suspensão da pena. Na prisão de Jackson, no estado da Geórgia, a injeção letal executou o afro-americano de 42 anos, preso há 20, acusado de ter assassinado o policial Mark MacPhail.
O caso causou polêmica devido à existência de sérias dúvidas quanto à autoria do crime, e se transformou num dos processos mais controversos dos Estados Unidos. Nem os apelos do ex-presidente norte-americano Jimmy Carter, ou do papa Bento 16 impediram que Davis fosse executado.
Nesta quinta-feira, a comunidade internacional reagiu. “Nós deploramos fortemente que os numerosos apelos de clemência não tenham sido considerados”, declarou o ministério francês do Exterior. A França também ressaltou sua oposição à pena de morte “independentemente de onde ela aconteça e das circunstâncias”.
A Anistia Internacional, que organizou uma grande campanha mundial contra a execução, considera que “este é um retrocesso enorme para os direitos humanos nos Estados Unidos, já que um homem foi condenado a partir de evidência duvidosa e executado pelo Estado”, disse Salil Shetty, secretário-geral da organização. O diretor da Anistia Internacional, Harry Cox, afirmou que, em 30 anos de trabalho contra a pena de morte, ele ainda não viu uma condenação tão duvidosa.
Protestos em frente à prisão onde Davis foi executadoDesconfiança e preconceito
O caso de Davis foi apresentado pela defesa como um típico cidadão negro condenado injustamente pela morte de um branco, e reabriu o debate sobre a aplicação da pena de morte nos Estados Unidos. Davis ouviu sua pena em 1991, dois anos depois do assassinato de MacPhail, em Savannah, na Geórgia.


Protesto diante da prisão onde Troy Davis foi executado

Na época do crime, nove testemunhas acusaram Davis da autoria dos disparos, mas a arma nunca foi encontrada. Impressões digitais ou resquícios de DNA nunca foram detectados. No decorrer do processo, sete testemunhas voltaram atrás e mudaram seu depoimento – algumas chegaram a afirmar, inclusive, que foram forçadas por policiais a acusar Davis.
A execução do acusado foi adiada três vezes. Em 2008, o Supremo Tribunal havia concedido a suspensão temporária da pena e determinou uma audição no ano seguinte. No entanto, Davis não teria conseguido provar a sua inocência, disse um juiz federal à época.
Desde a reintrodução da pena de morte nos Estados Unidos, em 1976, o estado da Geórgia levou a cabo 51 execuções e apenas sete indultos foram concedidos. Davis foi a 35º pessoa executada no país neste ano. Dos 50 estados norte-americanos, 34 permitem pena de morte.
NP/dpa/afp/lusa
Revisão: Roselaine Wandscheer


Filed under: Política

CBF divulga tabela detalhada de outubro do Brasileiro; veja

CBF divulga tabela detalhada de outubro do Brasileiro; veja

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou na tarde desta quinta-feira a tabela de quatro das 10 rodadas que ainda estavam faltando do Nacional-2011. O chamado desmembramento acontece após ajuste com a TV Globo, responsável pelos direitos de transmissão do campeonato, e envolve até o final do mês de outubro da disputa.

Globo pede, e São Paulo x Cruzeiro sai de domingo para quarta
Agora, as rodadas 29 a 32 também ganharam definição de horário, data e local. Antes, o detalhamento das partidas abrangia apenas até o início do próximo mês.

A CBF ainda anunciou que o jogo Corinthians x Atlético-GO, dia 9 de outubro, no Pacaembu, pela 28ª rodada, foi adiado das 16 às 18 horas --a pedido da Globo.

Veja abaixo como ficou a tabela modificada:

29ª RODADA

12/10 - quarta
16h00 Atlético-PR x Vasco
16h00 América-MG x Ceará
16h00 Grêmio x Figueirense
16h00 Avaí x Atlético-GO
21h50 Bahia x Cruzeiro
21h50 Corinthians x Botafogo
21h50 Flamengo x Palmeiras

13/10 - quinta
20h30 Fluminense x Coritiba
20h30 Atlético-MG x Santos
20h30 São Paulo x Internacional

30ª RODADA

15/10 - sábado
18h00 Botafogo x Atlético-PR
18h00 Figueirense x América-MG

16/10 - domingo
16h00 Santos x Grêmio
16h00 Cruzeiro x Corinthians
16h00 Ceará x Flamengo
16h00 Internacional x Avaí
16h00 Palmeiras x Fluminense
18h00 Atlético-GO x São Paulo
18h00 Vasco x Atlético-MG
18h00 Coritiba x Bahia

31ª RODADA

22/10 - sábado
18h00 Avaí x Botafogo
18h00 Fluminense x Atlético-MG
18h00 Palmeiras x Figueirense
18h00 América-MG x Grêmio

23/10 - domingo
16h00 São Paulo x Coritiba
16h00 Internacional x Corinthians
16h00 Bahia x Vasco
16h00 Atlético-PR x Ceará
18h00 Cruzeiro x Atlético-GO
18h00 Flamengo x Santos

32ª RODADA

29/10 - sábado
18h00 Ceará x Fluminense
18h00 Botafogo x Cruzeiro
18h00 Santos x Atlético-PR

30/10 - domingo
16h00 Corinthians x Avaí
16h00 Vasco x São Paulo
16h00 Grêmio x Flamengo
16h00 Figueirense x Bahia
18h00 Atlético-GO x Internacional
18h00 Coritiba x América-MG
18h00 Atlético-MG x Palmeiras

Fonte:
Folha.com - Esporte 
 

Oliveira,elogia postura dos jogadores na vitoria #Coritiba

“Eu acho que os jogadores estão de parabéns pelo resultado”, foi assim que o técnico do Coritiba definiu a vitória sobre o Cruzeiro, conquistada na noite desta quarta-feira (21). Marcelo Oliveira ainda destacou a postura do time até o final da partida.

“Nós jogamos contra uma equipe de alto nível que passa por uma oscilação. O Cruzeiro não tinha muitas chances e as únicas que eles tinham eram de bola parada e foi numa dessas que acabamos levando o gol. Mas tínhamos um contra ataque bem anunciado”, descreveu. “E tanto estava bem anunciado, o contra ataque que o segundo gol foi assim. Foi um resultado pegado, mas válido pelo sacrifício dos jogadores”, completou.

E como a postura dos atletas foi de manter a diferença no placar até o final da partida, Oliveira elogiou, lembrando do objetivo do Coritiba de continuar subindo na tabela do Campeonato. “O Futebol Brasileiro é isso, tem que estar preparado para lutar até o final e honrar a camisa. E assim a gente pode chegar onde quiser”.

O Coritiba soma 36 pontos na competição e a próxima partida será no domingo (25), contra o Ceará, no Presidente Vargas, e assim, pretende continuar conquistando pontos para chegar ao objetivo nesta competição. “A gente sempre acreditou e estamos trabalhando para isso. Existe uma oscilação de resultados. Seria muito bom chegar lá e valorizaria muito o trabalho”, finaliza o técnico.

Fonte Assessoria de Imprensa

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Por Libertadores, Coritiba faz caçada à “Raposa” em casa

Luccas Claro: prestigiado pelo treinador, ele fica no lugar de Jéci

Para manter vivo o sonho de chegar à Copa Libertadores de 2012, o Coritiba faz hoje, às 20h30, no Couto Pereira, uma caçada à Raposa — apelido do Cruzeiro, adversário desta noite. A partida, válida pela 25ª rodada do Brasileirão, é a primeira de três caçadas que o time fará em curto prazo para se manter no páreo do torneio continental.

“A gente sempre tem uma meta de, a cada nove (pontos), conseguir seis ou sete”, disse ontem o lateral Eltinho, referindo-se não apenas ao jogo de hoje, mas também aos dois próximos compromissos, contra Ceará e Figueirense, ambos fora de casa. “Se conseguir esses pontos nesses três jogos, temos essa possibilidade de ficar mais perto da Libertadores”.

Atualmente, o Coritiba tem 33 pontos e está em 9º lugar. Apesar da colocação na parte intermediária da tabela, a distância que o separa do Fluminense — quinto colocado e último dos integrantes da zona de classificação para a Libertadores — é de apenas quatro pontos. Distância que, teoricamente, pode ser superada em três rodadas, se os resultados paralelos ajudarem e o time paranaense fizer a parte que lhe cabe.

No atual momento, o Cruzeiro, primeiro adversário na lista citada por Eltinho, parece justificar bem o apelido de raposa — um animal que não está no topo da cadeia alimentar, mas sobrevive graças à reconhecida astúcia. O time mineiro ocupa a 14ª posição, com 29 pontos, e já trocou de técnico duas vezes durante a competição. Cuca, que iniciou no comando, deu lugar a Joel Santana, e este foi substituído por Emerson Ávila.

Entretanto, o Cruzeiro tem o hábito de aprontar surpresas desagradáveis no Couto Pereira. No histórico do confronto pelo Brasileirão, mesmo jogando em casa, o Coritiba leva larga desvantagem: venceu apenas três vezes e perdeu sete, além de seis empates. Oliveira alertou para que o time não seja surpreendido pela astúcia da raposa: “A ideia que não se pode ter é que o Coritiba vai atropelar todo mundo. O Coritiba pode fazer grandes jogos, mas sempre com muita luta e determinação”.

O treinador confirmou que Eltinho vai entrar na equipe, em lugar de Lucas Mendes, suspenso. “É uma substituição natural, já que ele vinha jogando, saiu e agora volta”, afirmou Oliveira, ontem. Segundo ele, o time ganha em termos ofensivos, uma vez que Eltinho enfatiza o apoio, ao contrário de Lucas Mendes, mais defensivo. “Como vamos jogar em casa, o Eltinho vai ser muito útil”, continuou. Outra mudança é o retorno do volante Léo Gago, recuperado de uma virose. Havia ainda a perspectiva de que o zagueiro Jéci retomasse o posto, mas ele foi vetado pelos médicos após o treino de ontem. O prata-da-casa Luccas Claro, bastante prestigiado, será mantido.
Dia da árvore


No dia 21 de setembro comemora-se o dia da árvore. Essa data foi escolhida em razão da chegada da primavera. Mas antes da escolha dessa data, acontecia no país, na última semana de março, a festa Anual das Árvores, instituída pelo presidente Castelo Branco, em 1965.

Mais adiante, a árvore ganhou um dia especial em virtude de sua importância para a vida humana e também com a chegada da primavera, onde ganham nova vida e abrem lindas flores que dão origem a novas árvores.

Com a chegada da primavera podemos ver as cidades mais alegres, pois essas se enchem de flores de todas as cores.

Muitos pensam que a árvore que simboliza o Brasil é o pau-brasil, em razão do nome, mas esse título cabe ao ipê-amarelo, uma das cores que representam o nosso país. O pau-brasil encontra-se em extinção, pois foi muito contrabandeado por ser uma madeira de cor avermelhada e de aparência nobre. Além dessa, o jacarandá, o mogno e o pinheiro também se encontram nas mesmas condições de extinção.

As árvores são plantas que possuem um caule lenhoso e são constituídas por raiz, caule, folha, flor, fruto e sementes. São elas que nos fornecem o ar que respiramos, além das frutas e outros tipos de alimentos; a madeira para construção de móveis, casas, objetos decorativos, cercas; também fornecem remédios; e a celulose, matéria-prima para a fabricação de papel.

Em face das necessidades dos homens em construir novas moradias e melhorar suas condições de vida, as árvores acabaram sendo alvo de destruição, pois grandes áreas foram desmatadas para a construção das cidades.

O contrabando de madeiras também fez com que grandes áreas fossem destruídas, principalmente na floresta amazônica, onde o acesso a outros países é mais fácil e próximo. Os prejuízos seriam menores se fossem plantadas novas árvores nos lugares das devastações, mas o tempo que levam para crescer é muito grande.

O homem precisa ter consciência de que as plantas também são seres vivos e que levam tempo para se desenvolverem. Uma árvore leva longos anos para ficar bem desenvolvida e algumas são tão velhas que são tombadas como patrimônio histórico, devendo ser preservadas.

Por Jussara de Barros

Graduada em Pedagogia

Fonte: http://www.brasilescola.com/datacomemorativas/dia-da-arvore.htm
Ver também em:
Michele Andres - Dia da árvore http://bit.ly/ogCdyW 

10 mandamentos da qualidade de vida!

1- Ao acordar não permita que algo que saiu errado ontem seja primeiro tema do dia.No máximo comente seus planos no sentido de tornar seu trabalho cada vez mais produtivo.
 Pensar positivo é qualidade!
2- Ao entrar no prédio de sua empresa cumprimente cada um que lhe dirigir o olhar,mesmo não sendo um colega da sua área.
 Ser educado é qualidade!
3-Seja metódico ao abrir seu armário, ao ligar seu computador, ao passar informações, etc.Comece relembrando as notícias de ontem.
 Ser organizado é qualidade!
4- Não se deixe envolver pela primeira informação de erro recebida de quem talvez, não saiba de todos os detalhes.Junte, mais dados que lhe permitam obter um parecer correto sobre o assunto.
 Ser prevenido é qualidade!

5- Quando for abordado por alguém, saiba que, quem veio lhe procurar deve estar precisando de sua ajuda e confia em você.Ele ficará feliz pelo auxílio que você lhe dar.
 Ser atencioso é qualidade!
6- Não deixe de alimentar-se na hora do almoço.Respeite suas necessidades.Aquela tarefa urgente pode esperar.Se você adoecer, tarefas terão que aguardar sua volta, exceto aquelas que acabarão por sobrecarregar seu colega.
 Respeitar a saúde é qualidade!
7- Dentro do possível, tente se agendar para os próximos 10 dias, para qualquer evento.Não fique trocando datas, todo momento.
Lembre-se de que você afetará o horário de vários colegas.
 Cumprir o combinado é qualidade!
8- Ao comparecer a esses eventos, leve o que for preciso e, principalmente suas idéias.Divulgue-as sem receio!O máximo que poderá ocorrer é alguém do grupo não aceitá-la.Talvez mais tarde, você tenha a chance de mostrar que estava com a razão.Saiba esperar.
 Ter paciência é qualidade!
9- Não prometa o que está além do seu alcance só para impressionar quem lhe ouve.Se você ficar devendo um dia vai arranhar o conceito que levou anos para construir.
 Falar a verdade é qualidade!
10-Na saída do trabalho, esqueça-o!Pense como vai ser bom chegar em casa e rever a família ou os amigos que lhe darão segurança para desenvolver suas tarefas com equilíbrio.
 Amar a família e os amigos é a maior QUALIDADE!
By
@roantiqueira

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Yes - Leave It - Rock in Rio 1985

Whitesnake - Rock in Rio (1985)

Whitesnake - Rock in Rio (1985)

WE ARE THE CHAMPIONS - Rock in Rio '85

AC/DC - Back In Black (Live In Rio 1985)

Guns N' Roses - Patience Live In Rio (Rock In Rio II) 01.20.1991

Rock in Rio

AC/DC - Highway to Hell - Rock in Rio 1985

Iron Maiden - The Trooper [Rock in Rio, 1985] (Low Quality)

Scorpions - Still Loving You (Rock in Rio 1985)

LOVE OF MY LIFE - Rock in Rio '85

domingo, 18 de setembro de 2011

Gente de bem, por: Mary Zaidan

Exatamente um ano atrás, Erenice Guerra, amiga do peito e sucessora de Dilma Rousseff na Casa Civil, deixava o Palácio do Planalto sob a acusação de tráfico de influência. Fechava, assim, o ciclo de dois mandatos do presidente Lula - um governo que pode se gabar de ser o protagonista do maior e mais sofisticado esquema de corrupção já engendrado no país.
De Waldomiro Diniz, flagrado em vídeo, em 2004, cobrando propina para financiar candidatos do PT e do PSB, a José Dirceu, definido pelo procurador-geral da República como “chefe da quadrilha”, ao reincidente Antonio Palocci, todos estão aí, livres, leves e soltos.
Erenice saiu esperneando, culpando o tucano José Serra, dizendo-se vítima de um candidato “aético e derrotado”. Entrou com um processo contra a revista Veja, que fizera as denúncias. Desistiu da ação em meados deste ano, depois de a Corregedoria Geral da União (CGU) imputar-lhe acusações idênticas às da revista.
Na prática, a amiga abraçada efusivamente por Dilma no dia de sua posse só recebeu mesmo duas condenações da Comissão de Ética da Presidência. Coisas que não servem para nada.
No governo Dilma, nem isso a Comissão de Ética e a CGU se deram ao trabalho de fazer.
Calaram-se frente a Antonio Palocci, pego novamente em suas estripulias, desta vez envolvendo a multiplicação estratosférica de patrimônio no mesmo ano em que coordenava a campanha da agora presidente.
Nem pensaram em agir quando as denúncias de roubalheira implodiram o Ministério dos Transportes, derrubando o aliado Alfredo Nascimento, do PR. Muito menos cogitaram investigar os outros dois ministros do aliado PMDB, Wagner Rossi, da Agricultura, e o serelepe Pedro Novais, que paga motel, governanta e motorista particulares com dinheiro público.
Homem que o seu padrinho, senador José Sarney, diz ter “reputação ilibada”, Novais já voltou para a Câmara dos Deputados, porto seguro para quem se locupleta.
Ao estilo de seu antecessor, que estimulou malfeitores ao passar a mão na cabeça de cada um deles, Dilma Rousseff também é um poço de perdão. Ainda que colecione o recorde de ministros demitidos por corrupção em apenas 100 dias, Dilma afaga um a um.
Com a caneta, usa o traje de faxineira tão bem visto pela sociedade e abominado pelos seus. Com palavras e gestos, adula cada um dos que demite e os partidos que os abriga.
“Minha base aliada é composta de gente do bem”, assegura a presidente. Mais do que uma afronta, a frase, dita em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, é um nocaute nos que ainda apostavam que Dilma tinha alguma intenção de zelar pela coisa pública.

Mary Zaidan é jornalista, trabalhou nos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo, em Brasília. Foi assessora de imprensa do governador Mario Covas em duas campanhas e ao longo de todo o seu período no Palácio dos Bandeirantes. Há cinco anos coordena o atendimento da área pública da agência 'Lu Fernandes Comunicação e Imprensa, @maryzaidan

Coritiba comemora empate e valoriza marcação contra o Inter

Coritiba comemora empate e valoriza marcação contra o Inter


Um empate com sabor de vitória. Este era o sentimento dos jogadores do Coritiba após o 1 a 1 diante do Internacional, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro. Depois de sair perdendo com um gol logo no primeiro minuto de partida, a superação foi a chave para buscar o resultado. O zagueiro Emerson lembrou as dificuldades impostas pelo Colorado e vibrou muito após o apito final.
"Foi muito difícil marcar um jogador extremamente qualificado, de nível de Seleção Brasileira. Quando conseguimos o empate, ficou difícil porque eles foram para cima. É um dos melhores atacantes do Brasil, muito difícil de marcar", destacou o defensor, comemorando o ponto ganho. "Não fizemos um bom primeiro tempo, mas voltamos bem, conseguimos fazer um gol e o ponto conquistado é o mais importante", emendou.
Autor do gol de empate, aproveitando uma cobrança de falta de Marcos Aurélio, Emerson saiu satisfeito por ter segurado o adversário no Beira-Rio e ainda ter contribuído no ataque. "Eu sempre tenho treinado, essa semana não foi diferente e hoje pude mais uma vez marcar. Fico feliz por poder ajudar a nossa equipe", disse.
Quem praticamente fez um gol ao defender a cobrança de pênalti de Kléber foi Vanderlei, que vibrou muito após o lance, em um dos raros momentos em que o arqueiro tem essa oportunidade no futebol. "É o momento nosso, sozinho. Você não tem o que fazer. Fico feliz por evitar o gol e eu sempre procuro vibrar nas defesas para passar isso ao grupo", finalizou.
 Fonte:
Gazeta Esportiva

Coritiba segura o Inter e impede entrada vermelha no G-5

Coritiba segura o Inter e impede entrada vermelha no G-5: 1 a 1
Colorado manda duas na trave, perde pênalti e desperdiça chance de entrar na zona da Libertadores. Coxa mantém objetivo continental



Jogar às 18h permitiu que Inter e Coritiba fossem a campo com o roteiro da tabela do Brasileirão guardado dentro das chuteiras. Novos tropeços de concorrentes diretos permitiam que os gaúchos entrassem na zona da Libertadores e que os paranaenses se aproximassem um pouco mais dela. Resultado: nem uma coisa, nem outra. O empate por 1 a 1 no Beira-Rio ficou no meio-termo entre a esperança e a decepção para as duas equipes.
O resultado doeu mais no Inter, que largou na frente, com Oscar, desperdiçou um pênalti, com Kleber, e mandou duas bolas na trave. Leandro Damião, mesmo sem gol, voltou a ser a principal figura vermelha na partida. Emerson, de cabeça, marcou para os visitantes.
saiba mais
Veja como foi o Tempo Real da partida
A classificação e os jogos do Brasileirão
O resultado manteve o Inter na sétima colocação, com 36 pontos, agora a apenas um do G-5. O Coritiba, com 33, é o nono. Na quarta-feira, os colorados visitam o Figueirense às 21h50m, e os alviverdes recebem o Cruzeiro às 20h30m.
Quando não faz, dá o passe
Tinha torcedor entrando no Beira-Rio, tinha torcedor se acomodando na arquibancada, tinha torcedor comprando pipoca no pátio do Beira-Rio quando o Inter, com a precocidade de quem quer mergulhar na zona da Libertadores de uma vez por todas, abriu o placar contra o Coritiba. Era o segundo minuto de jogo. E coube aquele velho raciocínio da torcida vermelha: se tem gol, tem Leandro Damião - mesmo que não seja necessariamente marcando.
Desta vez, o habitual goleador deu o passe, e o costumeiro passador fez o gol. O primeiro grande ato do jogo foi Damião pegar a bola pela ponta direita, encarar o marcador e encaixar o cruzamento, feito um criador. Foi Oscar quem apareceu feito um centroavante (feito um Damião) para completar. O jogo era um recém-nascido, e os gaúchos já estavam na frente.
A notícia não podia ser melhor para o time da casa. Mas o Coritiba não aceitou papel passivo na partida. Os minutos seguintes foram de leve domínio alviverde, embora sem chances claras.
Os episódios do primeiro tempo envolvendo Damião foram muito além do gol. Muito. Ele esparramou pelo gramado do Beira-Rio o repertório de ações que um centroavante pode ter. Fez gol, de cabeça, mas o lance foi anulado - por impedimento de Dellatorre. Acabou sendo engraçado: com todos no Beira-Rio cientes de que não havia valido, Damião comemorou, fez dança, mandou beijo, cumprimentou os colegas - tudo isso praticamente na frente do auxiliar, que erguia a bandeirinha. Levou uns 15 segundos para perceber que o gol havia virado impedimento.
O goleador teria duas outras chances. Na primeira, aconteceu uma raridade: ele dominou livre na área, olhos nos olhos com o goleiro Vanderlei, encaixou o corpo, mandou o chute e... perdeu. Na segunda, em cruzamento de Dellatorre, ele desviou a bola para a trave.
O Coritiba jamais foi abafado pelo Inter. Também jamais abafou, é bem verdade, mas criou suas chances. Bill, aproveitando cruzamento da direita, forçou Muriel a praticar boa defesa. Tcheco e Rafinha estiveram bem controlados pelo meio. Os laterais foram tímidos. Por isso, o Coxa mais trabalhou a bola do que chegou com profundidade. Foi pouco incisivo.

O colorado Damião deu assistência, concluiu na trave e teve gol anulado (Foto: Lucas Uebel/Vipcomm)
Repeteco às avessas
A largada do segundo tempo foi um repeteco às avessas do que aconteceu na primeira etapa. Teve gol muito cedo, mas para o outro lado. Marcos Aurélio bateu falta para Emerson subir bem, desviar de cabeça e empatar o jogo no Beira-Rio.
A chuva que passou a cair no estádio aumentou o volume d’água do balde gelado que despencou na cabeça dos colorados. O Inter sentiu o golpe, ficou perdido por alguns minutos, demorou a voltar para o jogo. Dorival Júnior resolveu redesenhar o time: colocou Ilsinho no lugar de Dellatorre.
Não por acaso, o Inter cresceu. E jogou fora a chance de pular novamente na frente. Leandro Damião trombou com a zaga após balão de Guiñazu e foi derrubado por Vanderlei. Pênalti. Kleber bateu, e o goleiro do Coxa voou no canto para defender.
O Inter seguiu no caminho ofensivo. E quase fez mais um, novamente com Oscar, de cabeça - foi a segunda bola na trave. A entrada de Jô na vaga de Andrezinho foi a última tentativa de Dorival por uma vitória. Mas o Coritiba, fixo na defesa, teve solidez para manter o placar.

Fonte:
Por Alexandre Alliatti
Porto Alegre

ORIGEM DO SAGU


                                               sagu


  


Sagu é uma fécula extraída de várias espécies de palmeiras
como a Metroxylon sagu, e utilizada como alimento básico no Extremo Oriente,
 feito a partir do amido processado encontrados no interior do tronco do Saguzeiro.


Sagu de tapioca, ambos são grãos de amido, mas a tapioca é feita a partir da raiz da planta.
São semelhantes, mas não são idênticas, quando utilizado nas receitas.
O saguzeiro costuma crescer muito rapidamente cerca de 1,5 m por ano, 
nas planícies e pântanos de água doce dos trópicos.
O sagu brasileiro é feito de fécula de mandioca, 


que por sua vez é um subproduto da moagem do tubérculo para a confecção de farinha.


No sul do Brasil o sagu é servido como sobremesa, feito com vinho, leite, suco de laranja ou suco de abacaxi
O SAGU também é usado em artesanatos,
com adição de corantes, essências e fixador para sabonete e 
 festas infantis, 15 anos, 
embalados em um tipo especial de tecido como sachês para lembrancinhas de casamentos,

                              
O sagu é feito da seguinte forma:
Corte da palmeira o sagu;
Abrir o tronco ;
Tritura para liberar o amido;
Lava-se para separar o amido;
Coleção do amido cru suspensão numa resolução de recipiente.
O amido é então cozido (resultando em um produto semelhante ao pão ou uma panqueca) ou misturado com água fervente para formar uma espécie de goma.


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

sábado, 17 de setembro de 2011

Melhores ataques do brasileiro de enfrentam #coxa #inter

A média de 2,72 gols por partida do Campeonato Brasileiro tem influência significativa de dois adversários neste domingo. Os dois melhores ataques da competição, Inter e Coritiba, se enfrentam no Beira-Rio, às 18 horas (de Brasília), pela 24ª rodada. Ambos foram às redes 39 vezes.

Nos sete jogos em que o Inter foi comandado por Dorival Júnior no Brasileirão, o time marcou 15 gols, voltando a elevar o desempenho ofensivo. Quando o treinador assumiu, os colorados tinham o quinto índice neste quesito. O problema é na defesa, que nesse período foi vazada dez vezes e saiu intacta somente em duas oportunidades.

A sétima colocação no começo da rodada é pouco para as pretensões do Inter para o Nacional. Os altos e baixos tornaram os gaúchos um time de meio de tabela rodando entre a sexta e a décima colocação nas últimas 15 rodadas. Mesmo assim uma vaga para a Libertadores não está tão longe.

Após uma série de jogos sem descanso, o time espera aproveitar a semana de treinos para ter recarregado as baterias e iniciar uma campanha mais regular.

"Somos perigosos. Ainda há muitos pontos atrás, mas no Brasileiros se ganha dois jogos e embola todo mundo e fica mais animado. Conquistamos duas vitorias, encaixar uma terceira em casa seria excelente", comentou o volante Guiñazu.

Após cumprir suspensão, o argentino está de volta ao time. O desfalque será D'Alessandro, suspenso. A ausência de seu camisa 10 fará Dorival voltar a atuar com dois atacante. Dellatorre é o mais cotado para iniciar o jogo.

O Coritiba também sonha com uma vaga para a Libertadores da América e encara a partida como um duelo de seis pontos. Se vencer em Porto Alegre, chega ao mesmo número de pontos do adversário na classificação e começa a enxergar os líderes logo à frente. Porém, para isso se concretizar, terá que melhorar o pífio aproveitamento fora de casa. São menos de 25% de pontos ganhos longe do Alto da Glória, número semelhantes aos anos em que foi rebaixado.

O técnico Marcelo Oliveira poderá contar com o zagueiro Jéci, que se recuperou de uma torção no tornozelo esquerdo e deve ficar com a vaga de Luccas Claro, que fica como opção no banco de reservas. O volante Leandro Donizete, poupado de alguns treinamentos durante a semana com dores musculares, também tem condições de jogo. No entanto, caso seja vetado, William será o titular.

Com a equipe vindo de uma expressiva goleada para cima do Botafogo, o zagueiro Emerson alerta que isso não pode subir à cabeça dos atletas, que precisam manter o foco na busca pelo três pontos. "Agora é um novo pensamento, com um novo trabalho, porque a gente sabe o que a gente vai enfrentar no Beira-Rio. Precisamos buscar pontos fora de casa e acho que temos condições disso, respeitando o Inter e sabendo das dificuldades", finalizou.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X CORITIBA

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 18 de setembro de 2011, domingo
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF-FIFA)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP-FIFA) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Elton, Guiñazu, Andrezinho, e Oscar; Dellatorre e Leandro Damião
Técnico: Dorival Júnior

CORITIBA: Vanderlei; Jonas, Emerson, Jéci e Lucas Mendes; Leandro Donizete (William), Léo Gago, Tcheco e Rafinha; Marcos Aurélio e Bill
Técnico: Marcelo Oliveira
Fonte:
http://www.superesportes.com.br

Política sem política De Marco Antonio Villa

 
Política sem política
De Marco Antonio Villa
Publicado em O Estado de S.Paulo
 
Na História do Brasil republicano, Dilma Rousseff é a presidente que mais exonerou ministros em menos de um ano de governo. Mas, curiosamente, não identificou nada de anormal na sua administração. Como se as demissões por graves acusações de corrupção fossem algo absolutamente rotineiro. E ocorressem em qualquer país democrático. Todas as demissões seguiram um mesmo ritual: começaram por denúncias publicadas na imprensa e, semanas (ou meses) depois, quando não havia mais nenhuma condição de manter o ministro no cargo, este pedia para sair.

Na ópera-bufa da política nacional, isso passou a fazer parte do figurino. O fecho do processo se repete: é necessário também emitir alguma crítica genérica sobre a corrupção, sem identificar o destinatário. Na hora da posse do novo ministro, deve ser elogiado o antecessor (o elogio será mais extenso e efusivo dependendo de quão poderoso for o padrinho político do ministro). Semanas depois as acusações desaparecem em meio a um novo escândalo.

O Brasil foi, ao longo do tempo, esgarçando os princípios morais e éticos. Em 1954 chamou-se "mar de lama" a um conjunto de pequenas mazelas que envolviam a ação de Gregório Fortunato, chefe da guarda pessoal do presidente Getúlio Vargas. Hoje Gregório seria considerado um iniciante, até um ingênuo. A corrupção permeia todas as esferas do poder e conta com o silêncio complacente do Judiciário.

Em meio a esta turbulência, a oposição não sabe bem o que fazer. Está paralisada. Na base governamental temos alguns senadores que manifestam - ainda que timidamente - algum tipo de independência, como os peemedebistas Jarbas Vasconcelos e Pedro Simon. Vivem uma constante crise de identidade. Sentem-se envergonhados como membros de um partido marcadamente fisiológico, mas não assumem claramente uma posição oposicionista. Nesse contorcionismo perdem espaço e são usados pelo governo, como na tentativa de criar uma frente suprapartidária para dar apoio à presidente no combate à corrupção, que serviu para desviar as atenções da proposta de CPI. O mais estranho é que a presidente não só não pediu apoio, como não fez nenhum movimento de simpatia. Deixou, literalmente, os senadores com a vassoura na mão.

Do lado propriamente oposicionista, continua a triste batalha dostoievskiana. O ódio entre os seus principais líderes deixaria enrubescido o patriarca da família Karamazov. A disputa interna fratricida paralisa qualquer ação. Não há projetos partidários. É uma espécie de cada um por si. E todos se acham espertos. Atualmente, a maior das espertezas é buscar apoio do governo para ampliar o seu poder na oposição. Algo no terreno do fantástico e fadado, obviamente, ao fracasso. Contudo, durante algumas semanas, dá ao líder oposicionista uma aura de sagacidade.

Enquanto isso, o País assiste a espetáculos dantescos de malversação dos recursos públicos, à permanência da inépcia governamental e ao agravamento homeopático dos efeitos internos da crise internacional. Em qualquer país democrático seria um terreno fértil para a oposição. Mas não no Brasil. Aqui, o velho discurso reacionário de que fazer oposição é ser contra o País ainda é dominante. A oposição tem medo de ser oposição. Foge do confronto como o diabo da cruz. Deve sentir vergonha por ter recebido a confiança de 44 milhões de eleitores na última eleição presidencial.

Vivemos num ambiente despolitizado. E isso é adequado ao projeto petista de permanecer décadas no poder. Logo vai completar a primeira. E o partido já está fazendo de tudo (e sabemos o que significa esse "de tudo") para tornar esse plano viável. A figura do ex-presidente Lula é central para cimentar as alianças políticas e empresariais. Afinal, todos sabem que sem Lula o projeto cai por terra. Somente ele consegue dar coerência a uma base política tão heterodoxa, que vai de Paulo Maluf ao MST. Mas para isso, muito mais que o discurso, é indispensável manter uma taxa de crescimento que permita concessões aos mais variados setores sociais, conforme o seu poder de barganha. E aí é que mora o grande desafio do governo, e não na tímida oposição. 

São evidentes as diferenças e a qualidade da ação entre governo e oposição. Basta observar os movimentos dos dois últimos ex-presidentes. Lula sabe muito bem o que quer. Não para de articular um só minuto. E não perde oportunidade para atacar a oposição. Do lado da oposição, Fernando Henrique Cardoso parece que vive em outro mundo. Confundiu um elogio meramente protocolar da presidente Dilma com uma revisão ideológica do seu governo por parte dos petistas (que em momento algum foi realizada). Extasiado, não parou de elogiar a presidente e os "esforços" para combater a corrupção. Ou seja, um está atuando ativamente no presente para impor a qualquer preço o seu projeto, o outro está preocupado com o futuro, de como ficará o seu retrato na História.
Nesse ritmo, Lula vai coroando de êxito o seu projeto. Espera vencer as eleições municipais, especialmente em São Paulo. Com o triunfo deverá estabelecer um arco de alianças ainda mais amplo que o atual. É o primeiro passo concreto para retornar à Presidência em 2014 e permanecer, pelo menos, mais oito anos no poder. Caberá a Dilma continuar despachando como uma espécie de presidente interina, aguardando o retorno do titular.

E a oposição? Ah, esta lembra o Visconde Reinaldo, personagem de O Primo Basílio. Quando falava de Lisboa, sempre aguardava um terremoto, como o de 1755, que destruiu a cidade. Como não faz política, a oposição, espera também um terremoto: é a crise internacional. Mas, assim como o hábito não faz o monge, a crise, por si só, não fará ressurgir a oposição.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best WordPress Themes