Google+ Followers

Translate

follow in instagram

Instagram

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Ninguém ofereceu um lance pelo estádio da Federação Paranaense de Futebol. Novo leilão será realizado no dia 20

Ninguém ofereceu um lance pelo estádio da Federação Paranaense de Futebol. Novo leilão será realizado no dia 20

O Pinheirão não ganhou um novo dono. O leilão do estádio, realizado no início da tarde desta quinta-feira (6), terminou sem nenhum comprador. Uma nova venda pública do imóvel será realizada no próximo dia 20 de outubro.

Durante o leilão, apenas um homem, que se apresentou como representante de alguns empresários do estado, fez algumas perguntas sobre o estádio, mas não chegou a realizar uma oferta.

O lance inicial determinado era de R$ 66.635.550. No próximo leilão, não há uma lance mínimo, no entanto, o valor oferecido não poderá ser considerado muito baixo pela Justiça, o que já ocorreu em 2007, quando o Pinheirão foi arrematado pela empresa Madeshopping, pertencente ao grupo Tacla, por R$ 11,2 milhões, mas a venda não foi autorizada.

Na manhã desta quinta-feira (6), a juíza Alessandra Anginski, da 1ª Vara Federal de Execuções Fiscais de Curitiba, não aceitou uma petição que poderia cancelar a venda pública. O responsável pela petição, Marco Antônio Ribas (um nome desconhecido do processo), estaria relacionado a uma das partes que está interessada em arrematar o estádio

Poucos minutos antes do leilão, um novo pedido de cancelamento do leilão - desta vez da própria Federação Paranaense de Futebol - foi realizado, mas também não foi aceito.

A construtora OAS é uma das interessadas em comprar o terreno e erguer um novo estádio para o Coritiba no local. Para entrar no projeto, o Coxa cederia o Couto Pereira e o CT da Graciosa, em modelagem semelhante à acertada entre a empresa baiana e o Grêmio, na construção da nova arena do Tricolor gaúcho.
Reações:

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best WordPress Themes