Google+ Followers

Translate

follow in instagram

Instagram

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Fifa nega intervenção no aluguel do Couto pelo Atlético




Ricardo Brejinski
Anderson Tozato

Vilson Ribeiro: conselho é que decide.
O Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, com sede no Rio de Janeiro, negou ontem que ele ou a Fifa tenham instrumentos para intervir na cessão ou não de um estádio de futebol para um clube que esteja diretamente envolvido com o Mundial. O recado foi explícito para o Atlético, que pretende mandar seus jogos no Couto Pereira enquanto estiver reformando a Arena da Baixada.

Havia uma informação falsa de que, no caso de o Coritiba se recusar a ceder o Alto da Glória, a Fifa e o COL poderiam “forçar” o clube a liberar o uso de seu patrimônio para o rival. “Esse é um problema do Atlético Paranaense, assim como será do Internacional se ele quiser sair do Beira-Rio”, disse a fonte do COL ouvida pelo Paraná Online.

A mesma fonte disse que o Atlético será o responsável por qualquer tipo de gasto, seja nas reformas do estádio quanto no custo do aluguel para atuar em outro lugar. “Foi o Atlético que ofereceu a Arena da Baixada. Foi o clube que quis ser candidato para sediar algumas partidas da Copa do Mundo, já sabendo de antemão suas responsabilidades no futuro. Não a Fifa que exigiu que o estádio fosse o palco dos jogos em Curitiba. Nem mesmo a saída da equipe do local, durante as reformas, é exigida. Mas é algo que precisa ser feito, em virtude das manutenções que serão feitas nos vestiários e no gramado”, afirmou o integrante do COL.

Da mesma forma, embora as obras na Arena sejam por causa do Mundial, nem a Fifa e nem o Comitê Organizador Local podem ajudar pagando o aluguel. “É obrigação do clube toda essa despesa. A Fifa e o COL não têm responsabilidade nenhuma com isso. Foi assinado um acordo entre todas as partes e a decisão a respeito disto fica com a diretoria do Atlético”, confirmou o secretário estadual para assuntos da Copa do Mundo, Mário Celso Cunha.
Domingo, em entrevista a um programa de TV, o presidente eleito do Coritiba, Vilson Ribeiro de Andrade, disse que é o conselho deliberativo alviverde que irá resolver se o estádio será emprestado ou não.

R$ 17 milhões

Se levar como base o número de jogos do Atlético na Arena em 2011, e a um custo de R$ 250 mil por jogo, o Rubro-Negro gastaria só de aluguel, em 2012 e 2013, perto de R$ 17 milhões. Despesa que o Furacão terá de arcar sozinho.

A despedida do Atlético da Arena da Baixada se deu domingo, com o jogo festivo entre os campeões brasileiros de 2001 e da Série B de 1995. O clube tem até a metade de janeiro para definir onde irá jogar de agora em diante. A estreia no Campeonato Paranaense, como mandante, acontece dia 22 de janeiro, contra o Londrina.


Fonte:
parana.online.com
Reações:

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best WordPress Themes