Google+ Followers

Translate

follow in instagram

Instagram

terça-feira, 19 de março de 2013

Cuidado com a língua! Palavras podem ser bênção e maldição !

A língua é um pequeno orgão na boca, cujo, e objeto de estudos ciêntificos no campo da medicina e psiquiatria. Através da língua nos falamos, e as palavras e um mundo maravilhoso de comunicação. As palavras constrói mundos, projetos, levando ânimo, casamentos são arranjados, filhos são educados, constrói belas amizades, canções, poemas, etc.
Através da palavra abêncoamos as pessoas, os filhos, os amigos, etc.
Entretanto, a bíblia nos mostra que a palavra pode ser usada de forma inapropriada, fora de tempo, com raiva, e, ao invés de construir, ela destrói, ao invés de fortalecer laços ela separa e desune, ao invés de aproximar as pessoas, ela afasta. E quando deveria ser canal de benção ela pode ser fonte de maldição, ministérios entra em ruinas, casamento naufraga, orações ficam sem resposta, corações ficam magoados, etc.

Vamos meditar na palavra de Deus !

01 - Fale só a verdade ! Ef. 4;25

O inimigo de nossas almas tem ganhado partido quando acha espaço em meio a mentira. Cultive as caracteristicas de um verdadeiro cristão.

2º) Cuidado com o falar em excesso: "No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente" (Pv 10.19). É necessário haver um controle de nossas palavras. Não podemos sair por aí falando de tudo. A Bíblia diz que há momentos de falar e momento de ficar calado. Não banalize a palavra. Não fique falando, falando e falando a todo o momento, a toda hora, com seu filho, com seu cônjuge. Quando falar, procure as palavras proveitosas para a edificação e que glorifica a Cristo.

3º) Vida ou morte ou que você prefere ?

"A morte e a vida estão no poder da língua" (Pv 18.21).

Palavras boas, curam, palavras trazem alívio, trazem alegria, esperança, conforto, pespectivas, trazem novo ânimo, palavras agradáveis são como favo de mel (Pv 16.24).

As palavras também são poderosas armas usadas pelo inimigo para provocar as discórdias, as lutas, as separações. "A palavra branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira" (Pv 15.1). O crente é chamado para falar de vida e não de morte, falar das virtudes do próximo e não de seus defeitos e através da palavra "confessar uns aos outros dos seus pecados" (Tg 5.16) para que sejamos curados. 4º) Não ceda ao impulso de falar, de responder, de reagir imediatamente. Busque a direção do Espírito:

"Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar" (Tg 1.19). Entretanto temos visto nas igrejas, pessoas sempre prontas a falarem, falarem,...sempre falarem.

Nossa primeira reação diante de algo que nos ofendeu ou nos magoou é reagir imediatamente com palavras duras. É muito comum depois nos arrependermos por não termos permanecido calados. A coisa é tão séria que a Bíblia chega a dizer que "maior é aquele que domina o seu espírito, do que o que toma uma cidade" (Pv 16.32). Mas não tem jeito: ou o Espírito nos domina ou seremos dominados pelo nosso gênio. E depois agüente as conseqüências. Por isso, não fale nada que não edifique. Não fale nada pela carne. Não fale nada quando estiver com raiva. Não resolva os problemas no calor da ira. Seja sábio e não tolo. Não fale nada que você venha a se arrepender mais tarde. Não fale nada que diminua o seu irmão. Não fale nada fora de hora.

Uma pessoa foi convidado para ensinar na EETAD, aqui em Londres. Esse jovem tinha por hábito voar na imaginação teológica trazendo pareceres meramente humano e sem consistencia bíblica, quando questionei um determinado assunto, ele enraiveceu chegando ao ponto de pedir pra mim calar-se em classe. Isso mesmo ! a mim que que tinha quatro anos na frente da escola e mais de 15 no ministério de ensino, foi um tremendo constragimento que contaminou a classe. Vigia sempre o seu temperamento.

Se tiver de exortar ou corrigir, fale chorando, fale com dor, fale com amor, fale com temperança, mas não fale nada além do necessário. Não banalize a palavra, seja comedido no falar, fale com sabedoria. Se você fala pouco e com discrição, vão lhe procurar para ouvi-lo. Se você fala muito, se você fica repetindo a todo momento sempre as mesmas coisas, você está banalizando a palavra. As pessoas vão te escutar, mas não vão te ouvir. Deus criou o mundo pela palavra. As palavras têm poder: podem criar mas também podem destruir. Quantos casamentos e quantas igrejas sofrem pelo nosso mau uso da palavra (sebemos muito bém que o inimigo esta ao derredor, mas em muitos casos o culpado por tamanha destruição e a falta de vigilança no que diz). Palavra é para ser benção. Quando falar, fale só para edificação !



Deus abêncõem ricamente e continuem buscando crescer na graça e no conhecimento do Senhor Jesus.

Fque na paz do Senhor

Londres 19-06-009

Stanfor hill

ministério José Messias

ESCRITO POR MINISTÉRIO JOSÉ MESSIAS

Reações:

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best WordPress Themes