Google+ Followers

Translate

follow in instagram

Instagram

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Em casa, um Coxa jogando ofensivamente, em busca da vitória

Em casa, um Coxa jogando ofensivamente, em busca da vitória


O Coritiba deverá ter um jogo difícil contra o Figueirense, até aqui, o time fora do eixo com o melhor rendimento no Campeonato Brasileiro. Precisando vencer, o time Coxa-Branca terá que superar a ausência de alguns atletas – Pereira, Donizete, Rafinha e Aquino – e, na base da raça e do comprometimento, superar mais um adversário no Couto Pereira, para subir na classificação do Brasileirão.
Num jogo importantíssimo para as aspirações do time coritibano, cuja diretoria almeja terminar o ano entre os quatro melhores da competição, o Coxa terá no Figueirense seu próximo adversário no Campeonato Brasileiro. E como o jogo é em casa, a obrigação de vencer é enorme para o time verde e branco. O treinador Marcelo Oliveira terá alguns problemas para montar o time que inicia a partida, já que não poderá contar com Pereira (suspenso), Donizete e Rafinha (contundidos) e Anderson Aquino (que foi cortado pela comissão técnica para esta partida). Além disto, o treinador terá que aguardar a avaliação da comissão técnica para saber se poderá ou não contar com Jonas e William. Destes, quem mais preocupa é o lateral-direito, que teria sentido dores musculares e foi poupado do treino. Se ele não jogar, Marcelo Oliveira deverá optar pela entrada de Maranhão.
Caso Maranhão seja o titular da camisa do Alviverde, o time muda um pouco de característica. Com um jogo mais ofensivo do que defensivo, Maranhão sobe mais ao ataque e por isto o setor defensivo terá que cuidar das investidas do jovem Rhayner, que terá a função de armar o contra-ataque do Figueirense.
Os zagueiros Emerson e Jeci precisarão cuidar dos avanços pelos lados do campo, já que o time catarinense planeja um jogo tático, o de forçar o Coxa a sair para o ataque e buscar espaços com a velocidade pelos lado do campo. Se Willian não jogar, Gil pode ser aproveitado na função de segundo volante, com Leo ficando mais na cobertura defensiva.
A volta de Tcheco ao meio de campo do Verdão é bem provável. Com ele, o time Coxa-Branca ganha em qualidade na saída de bola e pode ser uma boa alternativa para Maranhão subir ao ataque, que será formado por Marcos Aurélio e Leonardo. Outro atacante, Éverton Costa também pode começar jogando, e com isto, o time do Cori deverá partir para cima do Figueirense, na base do grito da fiel torcida coritibana. Manter o ritmo ofensivo, trocando passes, é o modelo de jogo previsto para o Verdão, como destacou o centroavante Leonardo, ao site oficial do Clube. “A gente tem que estar sempre com a bola no pé, manter nosso ritmo de jogo dentro de casa e ter bastante posse de bola. E assim, ficamos com mais possibilidades chegarmos para fazer o gol”, acredita.
O ADVERSÁRIO
O técnico Jorginho começou a definir o time que enfrenta o Coritiba com uma formação diferente da equipe que começou enfrentando Santos na última quarta-feira. Na zaga, Roger Carvalho atuou ao lado do capitão João Paulo e no meio campo Rhayner entrou no lugar de Fernandes, informou o site oficial do time catarinense. A tendência é o time de Santa Catarina jogar no 4-4-2 contra o Verdão.
Para o atacante Reinaldo, com passagem pelo futebol do Rio de Janeiro, e que já marcou 11 gols pelo time alvinegro, está a disposição do treinador para o jogo com o Coritiba.“ O Figueirense tem um grupo excelente, e quem estiver em campo vai fazer o melhor pelo time. Temos condições de conseguir uma vitória no jogo de quinta-feira”, disse.
O atacante Rhayner, que veio do futebol paulista, deve atuar como meia, no lugar de Fernandes. Ele jogará no contra-ataque veloz, marcando a subida dos laterais do Verdão.
Existe a possibilidade do paraguaio Wilson Pittoni retornar ao time, depois de ser liberado pelos médicos devido a um estiramento muscular na coxa que o deixou fora das últimas duas partidas pelo time alvinegro.
O adversário é o 7º colocado no Brasileirão, com 13 pontos, e vem de uma vitória de 2×1 sobre o Santos, em casa (gols do atacante Aloisio). Naquela partida, o Figueira jogou com Wilson; Brunom João Paulo, Edson Silva (Roger Carvalho), Juninho; Ygor, Túlio, Maicon, Fernandes (Rhayner); Aloísio (Coutinho), Héber.
Reações:

0 comentários:

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best WordPress Themes